0

16/08/2012

Bom Dia Amigos!!

Você já agradeceu hoje por mais um dia que lhes foi concebido para sua evolução? Hoje é um novo dia para aprendermos algo, começarmos...

Reflitam...

Curve-se diante da beleza da vida.
Respeite-a. Ame-a.

Cale a voz negativa. Renda sua homenagem ao Criador de tudo. Ele merece.
Um poder infinito, um amor sem fronteiras, tudo fez. Imagine-se dentro desse contexto maravilhoso.

Vibre com a vida.
Dobre-se diante da grande beleza.
O deslumbrante espetáculo da vida é construído pelo mesmo Deus que habita em você.
( Do Livro "Sementes de Felicidade", 45, de Lourival Lopes )
Leia Mais ►
0

Deus conhece às nossas aflições -Autora: Sandra Moura.

08/08/2012

E disse o SENHOR: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores. Portanto, desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir daquela terra a uma terra boa e larga, a uma terra que mana leite e mel(terra farta, com abundância...) (Êxodo.3.7,8)

Introdução. O Senhor Jesus nos diz em sua Palavra que no mundo teremos aflições, Ele nunca disse que seria fácil viver neste mundo, mas Ele nos diz: Tenham coragem eu venci o mundo.

O texto que lemos fala da chamada de Moisés como libertador do povo de Israel que estava cativo no Egito. Moisés estava apascentando o rebanho de seu sogro quando chegou ao monte Horebe e ali ele viu uma cena muito interessante, ele viu uma sarça que ardia no fogo, só que, aquela sarça não se consumia( sarça, para quem não sabe, é um vegetal lenhoso, que se ramifica desde a base, é um vegetal seco, que se queima com muita facilidade), por isso o espanto de Moisés com aquela visão, Moisés ficou tão perplexo que virou o rosto, então Moisés pensou consigo mesmo: "Virarei para lá, e verei porque a sarça não se consome," e vendo o SENHOR que ele virava, bradou do meio da sarça e disse: "Moisés, Moisés EU SOU o Deus de teus pais, o Deus de Abraão, Isaque e Jacó... Tenho visto atentamente a aflição do meu povo... e tenho ouvido o seu clamor... e conheço os seus sofrimentos".

Podemos ver neste texto, que Deus não é indiferente quanto a nós, quanto ao nosso sofrimento, Deus se interessa por nós, o texto diz:"Tenho visto atentamente a aflição do meu povo..."  Deus olha para nós o tempo todo, Ele tem visto o que temos passado, as perseguições, as aflições, enfim todos os meus e os seus problemas Ele tem visto. Talves você já pensou ou até já perguntou para Deus: "SENHOR, será que tu não tens visto o meu sofrimento?, e muitas das vezes você até já falou como diz aquele hino: " Olha pra mim SENHOR!"

Mas, o SENHOR te diz hoje: "Tenho  visto a sua aflição e ouvido o seu clamor!"

Muitas das vezes também em nossas orações, falamos para Deus: Ouve Senhor a voz do meu clamor, quando o certo é, atende Senhor o meu clamor; porque a Palavra de Deus diz: "Certamente que a mão do Senhor não está encolhida para que não possa salvar, nem surdo o seu ouvido para que não possa ouvir..." O SENHOR disse para Moisés: "Tenho ouvido o clamor do meu povo...!", amados, Deus ouve o nosso clamor nunca duvide disto e, Ele está te dizendo hoje: "Tenho  ouvido o seu clamor, o seu gemido, as suas orações!"

O SENHOR também disse para Moisés: "...e conheço o seus sofrimentos...," talves você esteja passando por muitas aflições, eu não sei o tamanho da sua dor, a pessoa próxima a você também não sabe, mas, Deus sabe, Ele sabe tudo; um dos atributos de Deus é a onisciência, isto é, Ele sabe de tudo. A Palavra de Deus diz: "O Senhor é conhecedor dos corações de todos..."(Atos.1.24), Deus sabe o que se passa em nossos corações, e Ele te diz hoje: "Conheço as suas aflições, os seus sofrimentos e vou te livrar desta angustia." A Palavra de Deus diz:" Muitas são as aflições dos justos, mas o Senhor o livra de todas."(Salmos 34. 19) Queridos, assim como Deus livrou o povo de Israel daquele sofrimento, Deus vai te livrar desse sofrimento, dessa aflição.

No passado Deus enviou Moisés como libertador povo de Israel, assim como Deus enviou Moisés para libertar o seu povo, assim também, Ele enviou o seu Filho Jesus para nos libertar da escravidão do pecado, para nos salvar da morte eterna e nos livrar de todo o sofrimento. Está escrito que Jesus Cristo levou sobre si todas as nossas dores e enfermidades, e por suas pisaduras fomos sarados.(Isaías. 53) Portanto, não devemos temer, temos um libertador que é maior que Moisés; Moisés não conhecia o coração do povo, mas Jesus conhece os nossos corações e sabe o que precisamos.

O Senhor Jesus diz em sua Palavra: "No mundo tereis aflições mas tende bom ânimo! Eu venci o mundo."( João 16.33) O senhor Jesus está dizendo nesta palavra, que enquanto estivermos neste mundo os sofrimentos virão sobre nossas vidas, entretanto, Ele nos diz: "Tenham coragem, não desanimem! Eu venci o mundo! Eu estarei com vocês!"

Caroª leitorª, creia que Jesus está contigo, e assim como Ele venceu, você vencerá também em nome de Jesus.



"Que Deus abênçôe a todos em nome de Jesus!"
Leia Mais ►
1

Desperta!!!

07/08/2012


Nele tem mensagens diversas. Algumas minhas e outras de grandes pensadores escritores... Tudo escrito para vocês!

É importante perceber que o despertar da vida depende de você. Libere seu coração e deixe que ele construa seu destino. A felicidade é uma experiência ligada à sabedoria. Sua vida muda quando você muda. Deixe as pessoas do passado no passado, a melhor cura do baixo- astral é abrir os olhos para o mundo. Enquanto você acreditar, o medo não vai se instalar.

Para viver intensamente é necessário conviver com os riscos. Por isso acredite sempre, por pior que seja a situação. Não deixe a dúvida tomar conta de você. Nosso maior adversário está dentro de nós. É preciso entrar pra valer nos projetos da vida, até que o rio se transforme em mar. Poder é ser dono de sua atenção.

Alguém já disse que visão é a arte de ver o invisível. Nós é que transformamos a semente em árvore para poder colher os frutos. A primeira ponte é a do sentido da vida. A segunda ponte é a do silêncio. A terceira ponte é a da simplicidade. A quarta ponte é a do sentimento. Você é a pessoa que escolhe ser.

Um dos segredos da felicidade é saber criar condições para que a vida dependa de nós. Viver é a arte de realizar sonhos. Viver é ser o artista da auto-criação. As mudanças ficam mais fáceis quando o que se passa dentro de você é explicado.O grande néctar da vida é a possibilidade de realizar o divino que existe dentro de cada um de nós.


Leia Mais ►
0

Doença de Wilson

31/07/2012









PEDIDO DE AJUDA











Postado por TÂNIA FREITAS








O objetivo do meu pedido de ajuda é de solicitar aos meus amigos e amigas bloqueiras de divulgar a doença de Wilson para tentar minimizar diagnósticos tardios por falta de informação por parte de alguns profissionais da saúde, o que acarreta graves conseqüências e seqüelas irreversíveis para os portadores da DW. Que possamos estar juntos sem desistir da luta. Creio na força do amor e na superação dos obstáculos impostos pela vida. Juntos somos força, somos amor, somos vida.


Eu sou portadora e deste mal e tem pessoas morrendo no Brasil e no mundo por total falta de informação por parte da população e falta de preparo para diagnosticar dos médicos.


Entrem nesta luta comigo! É preciso que as redes de TV façam uma divulgação maior, levando especialista da área a falar mais sobre o assunto. Tem médicos que nem sabe o que é esta doença!





Artigo-Doença de Wilson


Dra. Adriana Maria Alves De Tommaso


Introdução


Descrita, pela primeira vez, em 1912, por Wilson;


Também denominada degeneração hepatolenticular;Distúrbio primário do metabolismo do cobre, localizado no fígado, leva ao acúmulo desse metal, inicialmente no hepatócito e posteriormente em diversos órgãos e tecidos, particularmente no cérebro, córnea e rins;


Metabolismo do cobre: O cobre, absorvido no intestino, ao alcançar os hepatócitos liga-se à apotioneína para formar a Cu-metalotioneína ou é incorporado à ceruloplasmina, retornando à circulação, ou é excretado na bile. Os dois últimos passos estão alterados na Doença de Wilson. Na bile, o cobre liga-se a diferentes substâncias, estando associado a substâncias derivadas ou semelhantes à ceruloplasmina;





Incidência ( doença= 30:1000000, portador heterozigoto= 1:100);





Herança autossômica recessiva => cromossomo 13, locus 13ql4.3 => ATP7B => excreção biliar de cobre está marcadamente diminuída e o metal não pode ser incorporado adequadamente à ceruloplasmina. Conseqüentemente, o cobre em excesso distribui-se inicialmente no citoplasma, provavelmente ligado a uma forma não-tóxica de metalotioneína, e posteriormente aparece em densos grânulos nos lisossomos. O cobre livre (não ligado à ceruloplasmina), liberado na circulação a partir de hepatócitos lesados, passa então a se acumular em diversos órgãos;





Mais de 40 mutações descritas.





Quadro clínico





Variável;





Habitualmente no final da infância e na adolescência;





Cerca de 40% inicia-se com doença hepática, várias formas de apresentação (hepatite crônica ativa, hepatite fulminante, cirrose assintomática, elevação de transaminases);





Insuficiência hepática fulminante => sinais de alerta => anemia hemolítica com Coombs negativo, FALC baixa em contraste com altos níveis de bilirrubina, pouca elevação de transsaminases (sendo AST>ALT);





Manifestações neurológicas: as estruturas mais atingidas são os gânglios da base. Podem também estar acometidos o córtex cerebral, a substância branca subcortical, o tálamo, o núcleo subtalâmico, a substância negra e o cerebelo. Quadro Clínico: As anormalidades neurológicas são predominantemente motoras e representadas por distúrbios do movimento tais como distonia, diversos tipos de tremor (postural ou de repouso), rigidez, bradicinesia, Coréia, atetose, ataxia e instabilidade postural. A fala e a marcha estão freqüentemente afetadas. A quase totalidade dos pacientes com quadro neurológico, apresenta cirrose estabelecida. Há ampla faixa de idade de aparecimento dos sintomas (entre 8 e 50 anos). Na maioria, a idade de apresentação encontra-se na primeira e segunda décadas de vida, sendo excepcional acima de 40 anos;





Manifestações oftalmológicas: a mais comum e importante é o anel de Kayser-Fleisher, que se forma na membrana de Descemet. Pode estar ausente em até cerca de 50% dos casos com manifestações exclusivamente hepáticas, de instalação na infância ou na adolescência. Como regra pode-se afirmar que nas formas neurológicas o anel está sempre presente;





Manifestações osteoarticulares: geralmente relacionadas à lesão tubular renal com perda de cálcio e fósforo, a mais comum é a osteoporose, que pode determinar fraturas espontâneas. Outros tipos de acometimento são osteomalácia, osteoartrite e osteocondrite dissecante;





Manifestações renais: predominam as decorrentes de lesão tubular, tais como hiperaminoacidúria, hiperfosfatúria, hipercalcíuria renal e hiperuricosúria;





Manifestações hematológicas: hiperplenismo, relacionado à hipertensão portal, e a anemia hemolítica, decorrente de altos níveis de cobre sérico livre;





Manifestações dermatológicas: sem gravidade, podem estar presentes sob a forma de hiperpigmentação nos membros inferiores, lúnula azulada e acantose nigricans.











Diagnóstico





Não há um único teste => clínica, bioquímica, história familiar;





Ceruloplasmina: níveis séricos baixos são encontrados em 90% a 95% dos pacientes. Por outro lado, 20% dos heterozigotos têm níveis séricos baixos de ceruloplasmina, mas não evoluirão com a doença. Valores baixos também são encontrados em outras situações;


Anel de Kayser-Fleischer: é visto quando há manifestações neurológicas. Por outro lado, quando há lesão hepática, está presente em 55-70% casos;


Cobre sérico total: avalia, também, o cobre sérico ligado à ceruloplasmina. Portanto, se esta estiver com níveis muito baixos, o cobre total estará diminuído;


Cobre urinário: quase todos os pacientes sintomáticos apresentarão níveis elevados (>100mcg/d). Também é importante para acompanhar a aderência ao tratamento, bem como a eficácia da medicação. Pode ocorrer em outras doenças hepatobiliares. Sensibilização com a D-penicilamina;


Dosagem de cobre no tecido: padrão-ouro. Concentração normal = 20-40mcg/g de peso seco. Na doença, costuma ultrapassar 250 mcg/g;


Coloração rodanina: tecido hepático. Presente em outras doenças colestáticas;


Pesquisa de cobre com radioisótopo: há diminuição da incorporação de cobre radioativo pela ceruloplasmina. Os testes oferecem grandes dificuldades técnicas para sua execução e por essa razão são pouco utilizados. Ademais existe uma sobreposição considerável entre heterozigotos e pacientes;


Diagnóstico genético: inconveniente de só ser aplicável a familiares de pacientes com Doença de Wilson já diagnosticada. Como vantagem sobre as demais,permite o diagnóstico logo no primeiro ano de vida;


Ressonância magnética: parecem ser sensíveis para detectar alterações precoces em pacientes com a doença. Mostram alterações localizadas com predileção para os gânglios da base nos casos com manifestações neurológicas. Essas anormalidades embora não sejam específicas, são altamente sugestivas. Um sinal considerado característico é o chamado "face do panda gigante" (mesencéfalo). Outra alteração recentemente descrita em pacientes com sintomas neurológicos é a presença do claustrum brilhante.


Tratamento


O objetivo é promover o balanço negativo de cobre, com a finalidade de remover os depósitos anormais desse metal no organismo. Com essa finalidade, as estratégias de tratamento empregadas são:


1.Redução da ingestão de cobre (com os meios farmacológicos disponíveis atualmente,restrições dietéticas drásticas são dispensáveis);


2.Aumentar a excreção de cobre (principal forma de tratamento).


Dieta: alimentos ricos em cobre (chocolate, nozes, castanhas, cogumelos, cacau, frutos do mar). Ideal ingerir menos de 0,6mg/dia (normal= 1-5mg/d).


Agentes quelantes


D-penicilamina (distribuída no Brasil pela Merck Sharp & Dohme, com o nome de CUPRIMINER). Tem sido usada desde 1956 e é a forma mais importante de quelação do cobre, com aumento da excreção urinária. Dose: 20mg/kg/d. Duas a quatro doses diárias são administradas, com dose total variando de 1-2 g/dia. Plaquetopenia e leucopenia são complicações importantes, ocorrendo também anemia aplástica e agranulocitose. Toxidade renal (proteinúria e hematúria) é reversível. Em algumas situações, mesmo após a suspensão da droga, ocorre progressão para síndrome nefrótica e glomerulonefrite membranosa. Em caso de piora dos sintomas neurológicos, o tratamento consiste na redução da dose da medicação. Pode ser necessária a troca da medicação por outro agente quelante ou sais de zinco, todavia as manifestações neurológicas nem sempre regridem. A medicação é segura durante a gravidez.


Trientine (trietilenotetramina): do mesmo laboratório, nome comercial= SYPRINER, ainda não disponível no Brasil. É uma alternativa bem razoável para os pacientes com reações colaterais importantes à D-penicilamina. Também aumenta a excreção urinária, porém é menos potente. É efetivo por via oral, com dose máxima de 2 g por dia para adultos e 1,5 g para crianças, divididas em duas a quatro tomadas, em jejum. Infelizmente, pacientes que apresentam reações adversas à D-penicilamina, como formas graves de lúpus e lesões renais, podem também ser suscetíveis ao trientine.


Acetato ou Sulfato de Zinco: age bloqueando a absorção de cobre pelo trato intestinal. Sua maior vantagem é a ausência de efeitos colaterais. O zinco induz a síntese de metalotioneína (proteína carreadora de metais que oferece sítios de ligação para o cobre livre). Acredita-se que a diminuição da absorção do cobre deva-se à indução da metalotioneína intestinal , que se ligaria ao cobre absorvido na mucosa intestinal. Em conseqüência à descamação da mucosa intestinal, o cobre seria eliminado nas fezes. Poderia também ocorrer indução de uma metalotioneína hepática, que transformaria o cobre tissular em não-tóxico. Os sais de zinco devem ser reservados para tratamento de manutenção, após o paciente ter sido eficazmente tratado com quelantes de cobre. Há quem o considere indicado no tratamento inicial de pacientes assintomáticos e de mulheres grávidas. A dose de sulfato de zinco é de cerca de 200 mg, três vezes ao dia (75-300 mg/dia do zinco elemento), 30-60 minutos antes das refeições. A administração com o estômago vazio justifica-se porque muitas substâncias presentes na dieta previnem a eficácia da medicação. O efeito colateral mais comumente observado com o uso do sal sulfato é a irritação gástrica, que pode ser contornada com sua substituição pelo sal acetato, que é melhor tolerado e deve ser empregado também em três doses diárias de 170 mg cada.





Transplante Hepático: reservado para os casos onde não há resposta ao tratamento.
Leia Mais ►
1

Você é daquele que acredita que a primeira impressão é a que vale?

Então, Reflita!!





Um homem esperava para atravessar uma avenida quando um brilho na grama em que pisava chamou sua atenção.





Deu uma olhada sem se abaixar e pensou " Deve ser um caco de vidro" e foi embora.





Mais tarde outro homem na mesma situação percebeu o brilho, abaixou-se, pegou a pedra meio suja e viu que era talhada como um lindo diamante.





Parecia mesmo um diamante enviando raios luminosos com as cores do arco-íris quando colocado ao sol. O homem pensou " Puxa, será um diamante? Desse tamanho? Perdido aqui? Como veio parar aqui?





Talvez eu devesse levar a um joalheiro pra ver ser é mesmo." Olhava e olhava e de repente disse a si mesmo...


"Que idiota eu sou, imagina se isso é um diamante, só pode ser um vidro talhado em forma de diamante que caiu de algum anel de bijuteria.





Porque um cara como eu iria achar um diamante?





E se eu levar a um joalheiro ainda vou ter que aguentar a gozação do homem por eu ter achado que podia ser um diamante...


Ha... logo eu ia achar um diamante assim...


perdido numa grama... logo eu..."





E assim pensando jogou de novo a pedra na grama e atravessou a avenida até meio triste pela sua pouca sorte.





No dia seguinte outro homem passando pelo mesmo lugar viu a pedra, atraído pelo seu brilho.


" Que beleza de pedra" ele pensou!





"Parece um diamante, talvez até seja um diamante, mas também pode ser apenas um pedaço de vidro imitando um diamante...


“O melhor que tenho a fazer é levá-la a um joalheiro e pedir uma avaliação.” E colocou a pedra no bolso.





Tendo levado-a para avaliação mais tarde descobriu ser um verdadeiro diamante, de muitos quilates e com uma lapidação especial.





Era uma pedra muito valiosa! Realmente especial e o homem ficou muito feliz com a sua boa sorte!





Na nossa vida às vezes encontramos pessoas que são como esse diamante... Valiosas!





Pena que nem sempre nos damos o tempo para avaliá-las confiando na nossa primeira, e muitas vezes errônea, impressão, ou simplesmente achando que nunca tivemos sorte, então, porque aquela pessoa apareceria justamente pra nós?





Pense nisso!





Dê-se uma chance!





McMillian Gold Receba

Leia Mais ►
0

VIDA BREVE




Essa nossa vida é tão curta...

O tempo em que ficamos neste mundo é tão breve ...

Existem tantas coisas boas, úteis, concretas e que, principalmente, estão ao nosso alcance e as deixamos de lado. Não lhes damos a atenção necessária.

Talvez por não acreditarmos que os momentos e os detalhes são únicos.

Ou talvez por esquecermos que as oportunidades podem ser descartadas, mas dificilmente repetidas.

Vivemos nos queixando pelas grandes obras que não podemos realizar e deixamos de lado aquelas pequenas que nos são possíveis.

Vivemos desejando asas, enquanto nossos pés nos convidam à pisar firmes no chão.

Acreditamos que a nossa felicidade está naquilo que desejamos e deixamos de amar o que possuímos.

Nossa vida é breve e temos muita coisa útil à realizar.

De modo algum justifica-se nossa busca por satisfações efêmeras, enquanto nossa realização está justamente naquilo que já é nosso.

Devemos nos lembrar que passaremos por este caminho, este mundo, uma só vez.

Precisamos, portanto, aproveitar esta oportunidade única, breve...


bjus,
Tânia
Leia Mais ►
0

01/07/2012

Quanto mais desfavorável for a situação, tanto mais profunda deve ser a esperança.

 É nisso que devemos pautar o nosso cotidiano, pois "ESPERANÇA" é o que precisamos para que nossas alegrias sejam completas.

 Jamais nos devemos desesperar em meio às mais sombrias aflições de nossas vidas, pois das núvens mais negras é que caí água límpida e fecunda.

Escrita num dia onde tudo parecia dar errado.... hoje 01/07/2012 onde não via nenhum lenitivo.. da janela do meu quarto, onde comtemplava a imensidão do céu, a chuva caindo e a movimentação das núvens  tentando desifrar as imagens que se formavam pelo movimento delas , enquanto na mente a teimosia de uma palavra: "PORQUE"?
Leia Mais ►
0

A partir de hoje,
Vou fazer tudo diferente:
Esquecer do meu umbigo
E olhar para frente !...
Ver que o outro, como eu,
É gente!...
Que sonha, que vibra
Que sofre, que sente !...
E eu não posso assim
Passar por ele, indiferente
Afinal, na vida ,
Somos elos da mesma corrente !
Leia Mais ►
0

25/05/2012

Pessoas flores


Pessoas são flores. Elas brotam em nossa vida e deixam sinais.
Como a sonoridade do tempo ao longo da existência.
Como a sensibilidade da alma.
Olhe a pessoa que está ao seu lado e você vai descobrir, no íntimo, que há uma flor desabrochando dentro de si.
Procure sentir as pétalas de cada flor, pois cada uma tem uma doce surpresa.
Flores foram compostas para serem ouvidas, sentidas, compreendidas, interpretadas e adoradas.
Para tocarem nossas vidas com a mesma força do instante em que foram criadas, para tocarem suas próprias vidas com toda essa delicadeza encantadora.
E de poderem deixar o perfume exalar de forma delicada.
Afinal, de poderem cumprir todo o sentido que a elas foram dadas, com a beleza que toca nossos corações, com uma magia única.
Flores são como cada um de nós.
Não percebem?
Como vocês, elas precisam de carinho e cuidados, pois são criaturas vivas.
Flores nos fascinam. Mesmo arrancadas das roseiras.
Mesmo aquela flor que murcha em silêncio.
Chega um dia em que a vida se esvai da flor. E talvez você não tenha tido a oportunidade de regâ-la. Ou ao menos não ter dito: "como você floriu linda em meu jardim".
Sempre deixem a flor do jardim expressar a sua formosura. Apenas assim sentirá perpetuará o seu perfume e sua beleza.
Leia Mais ►
0

Estou de volta !
Em breve teremos novas postagens!
Bjus
Tania
Leia Mais ►
0

DICAS PARA OS NAMORADOS

11/01/2012

Veja aqui 25 coisas que você deve fazer para ser feliz no amor!

1. Gostar mais de si mesmo(a), pois antes de dar o seu amor a alguém, é preciso que você se ame.
2. Manter a auto-estima, achando-se bonito(a) e legal.
3. Abrir o coração: dê uma chance para o amor e deixe aquele gatinho(a) que está te paquerando se aproximar de você.
4. Deixar os preconceitos de lado, o importante é que a pessoa possa lhe dar carinho e respeito.
5. Não dar importância às diferenças de classe social. No amor, isso não tem valor.
6. Evitar que o ciúme domine a relação. Ninguém suporta cenas de novela e tudo tem limite!
7. Confiar nele(a), afinal, se sempre foi fiel à você, por que ter desconfiança?
8. Demonstrar mais os seus sentimentos.
9. Não tenha medo de ser feliz.
10. Não pegue no pé dele(a). Cada um tem sua própria vida.
11. Aprender a dividir os bons e maus momentos. Dar o ombro quando ele(a) precisar é sempre demonstração de carinho e afeto, e aprenda a pedir também.
12. Compartilhar os seus conhecimentos também é legal.
13. Não faça planos. Deixe as coisas acontecerem, surpresas podem acontecer e será muito melhor saboreá-las.
14. Sorria muito, pois manter o bom humor acaba com qualquer desentendimento.
15. Faça agrados mandando cartões ou envie uns presentinhos de vez em quando.
16. Aprenda a ser companheiro(a).
17. Afaste o fantasma do(a) ex da sua vida. Confie mais no meu taco!
18. Chega de falar do(a) ex. Da mesma forma que você não gosta de ouvir ele(a) falar do amor passado, não faça isso.
19. Procure ser você mesmo(a). Não finja, não minta e aja sempre com naturalidade.
20. Pare de pensar que a beleza física é o que importa. Beleza não é o básico, mas sim, ser bem-informado(a).
21. Concentre-se no seu alvo.
22. Mude se não estiver feliz consigo mesmo(a). O cabelo não tá legal? Mude, faça alguma coisa diferente de modo que você se sinta melhor.
23. Aprenda a controlar o que diz. Esqueça palavrões ou muitas gírias.
24. Seja franco(a) sempre! Não brinque com os sentimentos do(a) seu(sua) parceiro(a).
25. Siga em frente com sua vida. Mesmo se você está amando, nada de parar a sua vida e pensar 24 horas por dia nele(a).









Leia Mais ►